sexta-feira, 10 de junho de 2011

PRIMEIRAS PALAVRAS...A MEU POETA

O coração

Quando se depara com o amor

Se reconhece

E Quer logo falar




Em sua expressão mais bela

Usa todas as palavras

Em poesia mais plena... completa

 E ao se ver

E depois se ler

Lembra-se sempre

Da mais linda noite de todas as noites



Quando o coração se declara poeta

E o amor à Musa amada se confessa








  ( UMA HOMENAGEM AO POETA WALTER DE ARRUDA )
  ( Recanto das Letras e Poetas del Mundo)
                                                                    
   

2 comentários:

  1. Poesia romântica.
    Amar é para poucos.
    Gostei !

    bj

    ResponderExcluir
  2. Para não reclamar que não comento... qual é o dia que deixo de lê-la ?

    Mario.

    ResponderExcluir

Receber um comentário é sempre bem-vindo...Sua participação é importante.