quarta-feira, 30 de maio de 2012

ESCULTURA DO TEU BEIJO

Escultura do teu beijo




Arte, travessura e um arrepio.
Poder obter intimidade pelo prazer de criar...
Surpreender com um frio na espinha,
Indo além de improvisar.


Enlace profundo em que o artista se extasia...!
Sedução que junta ideia e mãos...!
Entusiasmo que faz gritar exprimida a emoção.
Até que o busto fale, beije e se faça radiante!


Há nas formas dos corpos colados mais que a geografia...
Perspectivas ousadas que a obra em armadilha ao coração invade.
Que a transparente vida íntima nunca principia...
Libertação inacabada de ser pedra, desejar no beijo um êxtase que sacia!


Por louco me tem esse momento de nunca negar atrevimento ao artista...!
De prolongamento em prolongamento, esculpindo com beijo o conhecimento,
Seja ferro-frio, mármore, pedra-sabão e em seu tormento...
Que ama sabe de onde vem tal inspiração e tal incremento!




De Magela e Carmem Teresa Elias

( Google imagem: O BEIJO de Rodin

Um comentário:



  1. He descolgado un trocito de cielo
    Para que al mírate en su espejo
    Sea la felicidad la sonrisa de tu reflejo.

    Buen fin de semana
    Sin distanciarse del optimismo
    Ni asociarse con el pesimismo.

    Un abrazo para saludarte
    Y un beso para despedirte

    María del Carmen


    ResponderExcluir

Receber um comentário é sempre bem-vindo...Sua participação é importante.