quinta-feira, 28 de junho de 2012

Apfelstrudel...ou Torta de Maçã





Tem café?

Não sei o que baixinho ela tanto retrucava.

Parecia estranha...

Acho que estava cósmica!


“Nós somos os mestres de nosso

Próprio universo!“

Alguém sempre falava,

Indo além da retórica.



Ainda resmungando ouvi do que se tratava:

“Toda verdade tem sua própria força na gravidade...”

E isso faz de nós uma só mente!

(Ela) se achava em estado de união.



Lembrou-se de algo no passado...

Apfelstrudel, talvez.

Procurando na mente a tradição das maçãs quentes,

E eu só queria um café carente.



Abduzi: derreta a manteiga com açúcar,

Acrescente pó de canela e misture antes de por na assadeira.

Coloque maças cortadas, com as cascas para cima e gravetos de canela...

Lembrava as pernas delas!... Deixe em forno médio até ficarem macias.



Os olhos dela foram ficando morteiros...

Festa alemã...Culinária em Petrópolis não é para forasteiro.

Estado de união, consciência cósmica, universo...

Misturando tudo na força da gravidade,

Não sei quem experimentou primeiro


De Magela e Carmem Teresa Elias



( Conversávamos sobre ciência noética. E também sobre a Bauernfest e o preparo do Apfelstrudel. Ela tinha a receita que costumava fazer e foi me explicando. Misturamos tudo com poesia e homenageamos as tradições dos pioneiros alemães que desbravaram novos universos ao virem para Petrópolis).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receber um comentário é sempre bem-vindo...Sua participação é importante.