quarta-feira, 19 de junho de 2013

ACORDA, BRASIL!

Acorda, Brasil, Desperta da montanha



De que servem teus braços
Sempre entregues em trabalho pesado?

De que servem teus pés
Atolados em lamas nem sempre de terra?

De que serve teu corpo forte
Dilacerado em fome, miséria, falta de escola?

Tua mente moldada em apatia de massas
Teu coração enganado em promessas falsas

Dorme uma nação gigante
Como um postal.... Gigante de pedra
Montanha que só de longe se avista
Do vasto oceano de quem chega ao Rio

Dormirás eternamente como a montanha
Escrava das pedras?
Calarás tua voz, adormecida e esplêndida
No canto inconsciente de um hino?

Ou haverá, enfim, um despertar?
Raios fúlgidos, brado heroico,
Primavera dos bosques, consciência e sol de liberdade...

Tua vida mais viva
Em mais vida, mais amor
Sopro nascido de mundo novo.

Acorda , acorda e levanta
Levanta teus braços, teus pés, teu corpo
Ergue a voz, o canto, o grito, a dor

Espelha no agora tua grandeza
Pois um país se faz de homens

Luta, justiça, clamor e honra !

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Quem Ama Liberta

Quem Ama Liberta


Disfarçada, ela estava na floresta.
Lugar lindo, ou agradável, não sei.
Sei que havia...
Certa felicidade no ar.

Veio ao seu encontro um tocador de flauta,
Cuja saudação era uma doce música.
Tocava e atrai pássaros...
Que o acompanhavam na melodia.

- O que faz, linda senhora?
- Procuro alguém que queira se apaixonar.
- E isso é bom?
- O amor quando é verdadeiro coloca a felicidade em seu lugar.
- Como sabe?
- Vou te contar um segredo; cuido da natureza e suas fraquezas.
- E qual seria a minha fraqueza?
- O amor!


De Magela /Carmem Teresa Elias